Produção Acadêmica

entrever1

v. 4, n. 6 (2014)
As propostas e os diferenciais do curso de especialização em gestão e docência em EaD:entrevista com José Wilson da Costa – Brisa Teixeira de Oliveira

DISSERTAÇÃO DOWNLOAD
Dissertação defendida dia 10 de agosto de 2015
Título: Do presencial-atual ao presencial-virtual: transposições do Projeto Ler e Pensar
Orientadora: Prof. Dra. Araci Hack Catapan
https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/158779

DEFESA               Registro da banca com os professores doutores Dulce Márcia Cruz, Araci Hack Catapan (orientadora),
               Josias Ricardo Hack e Beatriz Helena Dal Molin.

 

RESUMO
A modalidade de Educação a Distância tem caráter inovador e extensivo, pois, além de estender e ampliar a oferta, alcançando pessoas que não têm acesso facilitado aos processos formativos, promove uma abordagem atualizada e inovadora em relação aos meios de comunicação utilizados. A transposição da modalidade presencial para a modalidade a distância, nos processos de ensino-aprendizagem, altera as formas de comunicação, requerendo transformações nos processos de gestão e docência. A problemática deste estudo trata da diferenciação dos modos comunicacionais ? do presencial-atual para o presencial-virtual. A questão que norteia a pesquisa é: Quais as mudanças comunicacionais a serem consideradas na transposição da modalidade presencial para a modalidade virtual, nos processos educacionais? Os postulados teóricos básicos desse estudo são: comunicação, transposição didática, interação e mediação pedagógica. A abordagem escolhida para esta pesquisa é a netnografia, tendo como técnica o estudo de caso. O objeto de estudo é o Programa de Formação Continuada para Professores do Projeto Ler e Pensar. Para a coleta e análise dos dados, utiliza-se de análise documental, observação direta no AVEA, questionários com os estudantes e entrevistas semiestruturadas com a equipe multidisciplinar. Para analisar a questão da comunicação nos dois modos, estes estão organizados em três dimensões: a) dinâmica das aulas; b) instrumentos utilizados e c) mediação pedagógica e interação. Os resultados evidenciam mudanças significativas na maneira de organizar os processos de comunicação. As transposições do modelo presencial para o modelo virtual alteram as formas de comunicação no sentido de que a mediação no AVEA requer outros modos de comunicação com base na linguagem dialógica, hipertextual e imagética. Esse modo de linguagem promove a interação entre os atores do processo de ensino-aprendizagem em uma mediação pedagógica afetiva, amigável e efetiva.