Posts in Redes Sociais

Case de insucesso: Dafiti se explica ao vender camiseta que exemplifica como pleonasmo “mulher burra”

dafiti_camiseta

O que leva uma empresa a aprovar um produto de conteúdo ofensivo, ainda mais quando este público atingido são as mulheres. A loja de moda online Dafiti disponibilizou a venda de uma camiseta que estampava como exemplo de pleonasmo as palavras “mulher burra”. É possível imaginar que foi aprovada uma camiseta com essa ofensa? O produto vem acompanhado de outros pleonasmos reais: “subir para cima”, “descer para baixo” e “hemorragia de sangue”.

Após reclamações de repúdio nas redes sociais, a Dafiti retirou o item, neste domingo, disponibilizado no site da empresa por R$49,90. Em um dos tuites dizia: “Acredito que ‘burra’ é uma loja que aceita ofender o publico que mais gera lucro a ela”.

A direção da Dafiti fez uma nota de desculpas, lamentando e esclarecendo o ocorrido: 

dafiti_2_nota“A Dafiti lamenta o ocorrido e esclarece que não compartilha a mensagem expressa no produto em questão e repudia qualquer tipo de manifestação de preconceito e discriminação.

O produto foi disponibilizado para venda há dois dias por um de nossos parceiros de marketplace. Tão logo tomamos conhecimento, descredenciamos a marca e seus produtos, que não tiveram nenhuma unidade vendida. Além disso, já iniciamos a reavaliação de todo nosso portfólio para que isso não se repita.

Somos uma empresa comprometida em oferecer a melhor experiência de compra online, por meio de marcas e serviços que promovam o acesso a moda a todos os consumidores. Acima de tudo, apoiamos a igualdade de gênero e a diversidade.

Pedimos desculpas a todas nossas clientes.”

CLIQUE AQUI – Conheça outras propagandas machistas e racistas

 

 

 

Em tempos de redes sociais, o que pensam os psicopedagogos?

linkedin_artigo_psicopedagogia
“As dimensões do aprender em tempos de redes sociais” foi o tema do 1º Encontro Regional de Psicopedagogia da Associação Brasileira de Psicopedagogia – ABPp-PR. Estive lá, no dia 8 de outubro, acompanhando o evento rodeada de psicopedagogos interessados pelo tema, que segundo a presidente da ABPp-PR, Loriane de Fátima Ferreira, foi pensado devido às demandas sociais da atualidade.
Read More

O aprender em tempos de redes sociais

loriane_publicar No dia 8 de outubro, psicopedagogos, psicólogos e profissionais da educação estarão reunidos para falar sobre “As dimensões do aprender em tempos de redes sociais”, com realização da Associação Brasileira de Psicopedagogia – ABPp-PR. Este é o 1º Encontro Regional de Psicopedagogia da Associação e ele faz parte de uma conquista dos psicopedagogos do estado, no sentido de fortalecer as novas gerações de ampliar e intensificar os propósitos e sua atuação na sociedade.
A ideia do tema, segundo a presidente da ABPp-PR, Loriane de Fátima Ferreira, foi pensada devido as demandas sociais da atualidade. Para ela, o aprendiz de hoje está conectado o tempo todo, acessa o mundo em questão de segundos, tem acesso a informações, que promovem mudanças de comportamentos e de valores sociais rapidamente. “É esse aprendiz que a escola e o mundo precisam aprender a lidar e auxiliar na formação pessoal, acadêmica, ética e cidadã”, diz.
A palestra de abertura será realizada pelo doutor em Educação, Ricardo Antunes de Sá, que desenvolve estudos na área da formação e atuação de professores e pedagogos. Professor do Programa de Pós-graduação em Educação da UFPR, na linha de pesquisa “Tecnologias e Mídias Digitais Aplicadas à Educação”, Ricardo trará o tema “Processos Pedagógicos Complexos de Integração das Tecnologias e Mídias Digitais no Contexto da Cibercultura”.
Na sequência, as psicopedagogas e mestres em Psicologia da Educação, Isabel Parolin e Sonia Maria Gomes de Sá Küster falam para o público formado basicamente por sobre “Considerações Psicopedagógicas” acerac do tema do evento.
Outros profissionais renomados, que se destacam pelo seu trabalho realizado na interface entre as áreas da Educação e da Psicologia, estarão passando os seus conhecimentos e trocando experiências com o público. A programação completa e os dados para realizar a inscrição poderão ser conferidos neste link: http://www.paranasulabpp.com.br/?pag=eventos
Serviço:
Data: 08/10/2016
Público-alvo:  psicopedagogos, psicólogos e profissionais da educação
Horário: das 8h às 18h
Local: Colégio Dom Bosco (Rua Visconde de Guarapuava, 5581-  Batel)

 

Criatividade é a palavra-chave para conquistar a atenção dos alunos no YouTube Edu

Criatividade é a palavra-chave para conquistar a atenção dos alunos, que buscam didática e boa metodologia nos canais de educação do YouTube. Para se destacar, professores precisam pensar em técnicas, novos formatos e, é claro, conteúdo de excelente qualidade.
De olho no potencial desta mídia para a educação, em 2013, o YouTube criou o YouTube Edu, reunindo vídeos e canais criados por professores para gerar uma interação com seus alunos e, é claro, como uma nova fonte de renda neste mercado tão pouco valorizado financeiramente. Com os canais de YouTube, tem educador que consegue faturar entre  R$ 5 mil e R$ 7 mil por mês!!! Quantas aulas presenciais será que ele teria que dar para conseguir este valor?
Ms não basta só colocar o conteúdo no Canal. Muitas críticas o YouTube Edu recebe por faltar um sistema de “filtro de qualidade”. Ouvindo o outro lado, eles dizem que um dos trunfos do YouTube Edu é justamente democratizar o ensino – e sua transmissão. Como sempre vai do usuário saber selecionar o que é bom.
Pesquisando nos vídeos mais vistos, encontrei um vídeo “Congele água em 1 seg – o segredo” com mais de 11 milhões de visualização, mais precisamente, no dia de hoje, 22 de junho, às 10h33, 11.795.341!!! São mais de 6 milhões de inscritos no Canal deste vídeo chamado Manual do Mundo. Além do Canal do YouTube, são 1.328.455 fãs da Fanpage, 264.891 seguidores no Instagran, e 89.115 seguidores no Twitter.
Quem faz os vídeos é a produtora “Manual do Mundo Comunicação”, especializada em entretenimento educativo, em conteúdos que despertam a curiosidade e a criatividade. “Descomplicar e transformar o chato em divertido é com a gente!” divulgam em seu site os idealizadores.
youTubeEdu
Leia mais sobre os Canais de Educação do YouTube neste link do Estadão, que serviu de inspiração para criar este post: http://link.estadao.com.br/noticias/cultura-digital,canais-de-educacao-no-youtube-lutam-em-setor-saturado,10000058197

 

Facebook deverá lançar rede social para contatos profissionais. Será que vai pegar?

Facebook

Temos na web uma série de redes sociais, mas sem dúvida o Facebook se tornou a mais popular entre elas. Diversos pesquisadores no mundo inteiro analisam quais seriam as causas de tamanho sucesso. Uma delas é que o Facebook se tornou “lugar de gente feliz”. Em meio a nossos problemas sejam eles pessoais ou a situação crítica de nosso país, quando acessamos o Facebook queremos postar momentos de alegria e saber o que nossos “amigos” estão fazendo também nos seus momentos de alegria.
Mas será que o Facebook faria o mesmo sucesso para falar de assuntos sérios? É o que veremos em um futuro breve quando a rede social lançar o “Facebook no Trabalho”. O  usuário manterá o seu perfil pessoal e poderá criar em separado a conta profissional. A plataforma já está em teste entre funcionários do Facebook, segundo informações divulgadas pelo  jornal britânico Financial Times. Resta agora aguardar se vai pegar ou não, uma vez que muitos já utilizam o Linkedin para este fim.
E aí? Curtiu ou não curtiu?